12.08.2017 | 16h35


ENTREVISTA

Ministro de MT diz que crise é grave porque ninguém cumpre lei no Brasil



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, afirmou que “o Brasil está em uma crise sem tamanho porque ninguém cumpre a lei”. A declaração foi dada em entrevista à Rádio Jovem Pan, neste sábado (12).

Gilmar Mendes voltou a atacar o Ministério Público, dizendo que o órgão é o primeiro a não seguir o que mandam as leis. “Quem sai aí a cometer crimes não é a Polícia Federal, mas o Ministério Público, ao violar as regras básicas”, disse Mendes.

O magistrado ainda afirmou que o teto salarial só é cumprido no STF, diferente do que acontece com promotores, juízes, procuradores, que violam o sistema ganhando acima do limite.

“Estados paupérrimos pagam acima do teto. Então, o Brasil precisa passar a dar atenção às leis. Eu tenho a impressão de que essa crise, inclusive, é benfazeja. Corte de salários, revisão de modelos extremamente generosos…eu tenho a impressão de que isso vai fazer que nós façamos conta e façamos, talvez, uma reflexão”, opinou ele.

Confira a íntegra da entrevista AQUI.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes  12.08.17 18h34
Aí, teria que contar uma estorinha pro nosso Ministro mato-grossense: Dona Maria mora lá na periferia, vai no Posto de Saúde, e dizem que naquele dia não tem médico, ou não tem o remédio que ela precisa. Cadê o direito constitucional da Saúde de Dona Maria? Aí, Dona Maria tá passeando no bairro, e é assaltada, apanha, quase matam Dona Maria. Cadê o direito constitucional da Segurança de Dona Maria? No Brasil quase todos os dias...a Constituição é jogada na lata do lixo. Dona Maria é um exemplo...somos todos nós, ou "TODOS NÓS SOMOS DONA MARIA". Não tem Saúde, não tem Segurança? O Supremo devia puxar orelha do presidente da república, dos governadores, prefeitos, por isso. Se não respeitam a Constituição...vão respeitar o que? Nada.

Responder

1
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER