17.05.2019 | 13h01


VÁRZEA GRANDE

Miguel Baracat toma posse na Câmara e assume lugar de vereador cassado



Miguel Baracat (PSC) tomou posse no cargo de vereador de Várzea Grande na manhã desta sexta-feira (17) após a perda de mandato do então vereador João Madureira (PSC). Baracat foi eleito vereador nas eleições 2012 e em busca da reeleição em 2016 obteve 1.102 votos, ficando como primeiro suplente.

“A justiça quis assim, sem qualquer interferência nossa, até porque não queria ser vereador dessa forma, tentei ser eleito, mas Deus quis assim e agora vou honrar este mandato”, disse Miguel durante ato de posse.

O presidente da Câmara Municipal, Fábio José Tardin – Fabinho (DEM), publicou no Diário Oficial Eletrônico dos Municípios – AMM, na edição que circula nesta sexta-feira (17), o ato N.º 209/2019 extinguindo o mandato eletivo de Madureira. Fabinho cumpriu a determinação lavrada pelo Juízo da Primeira Vara Especializada da Fazenda Pública da Comarca de Várzea Grande requerida pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Madureira perdeu o mandato ao ser condenado pelo juiz da Primeira Vara Especializada da Fazenda Pública da cidade, José Luiz Leite Lindote, por ter contratado um homem preso por latrocínio, enquanto este cumpria a pena.

A decisão é do dia 12 de abril e determina também o ressarcimento aos cofres públicos.

O caso é de 2001, quando Madureira contratou como em seu gabinete na Câmara Municipal, Írio Márcio Vieira do Nascimento, com o salário de R$ 4,867 mil, como servidor comissionado. O contratado porém, estava preso em uma delegacia entre 1999 e 2001.

Além de perder os direitos políticos, Madureira foi condenado a devolver também os salários e ao pagamento de multa civil, Madureira terá que desembolsar cerca de R$ 480 mil (ainda a serem corrigidos) e também não pode contratar com o poder público por três anos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER