14.05.2019 | 11h47


SEM MIMIMI

Mauro sobre cortes de Bolsonaro: 'Não adianta espernear, tem que trabalhar'



O governador Mauro Mendes (DEM) declarou que não adianta as autoridades políticas ficarem “esperneando e protestando” contra os cortes financeiros promovidos pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

À imprensa, Mauro avaliou, nesta terça-feira (14), que é preciso acordar para a realidade, já que a solução é trabalhar.

“Não adianta espernear não, gente. Não adianta fazer protesto. O que temos que fazer é trabalhar. Trabalhar com seriedade. Aprovar as reformas. Espero que o Legislativo aprove a Reforma da Previdência. O Estado brasileiro, a União, os municípios, os Governos, nós não produzimos riqueza. Quem produz riqueza é o cidadão. Se o Estado brasileiro continuar gastando mal e muito, cada vez mais nós vamos avançar no bolso do cidadão, tomar dinheiro das empresas e gastar mal. Nós temos que fazer que o Estado seja mais eficiente que ele pare de gastar naquilo que não produz resultado para que efetivamente possa devolver serviços melhores para a nossa população”, declarou Mendes pouco antes da inauguração da UPA em Várzea Grande.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER