20.05.2019 | 11h10


DEU NA ÉPOCA

Jayme pode assumir Conselho de Ética no Senado e julgar filho de Bolsonaro



O senador Jayme Campos (DEM) está cotado para assumir o Conselho de Ética do Senado. A informação foi divulgada na sexta-feira passada (17), pelo site da Revista Época.

Se Jayme realmente assumir o cargo poderá analisar um processo de conduta ética contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que é investigado pelo Ministério Público por suspeita de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa. A investigação também pode envolver Flávio com a milícia no Rio de Janeiro.

À Época, reservadamente, alguns senadores disseram que há elementos para levar o caso de Flávio ao Conselho de Ética.

Se as duas possibilidades se efetivarem, de Jayme e de Flávio, o senador mato-grossense pode enfrentar sua tarefa política mais árdua e delicada no Senado, diante da repercussão nacional. 

 

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

GILBERTO  20.05.19 17h11
Esses caras estão de gozação.....só pode

Responder

1
1
Joelson  20.05.19 11h20
Jaime, presidente de ética??? Eita Brasil, agora vai!!!!!

Responder

3
1
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER