21.05.2019 | 09h42


ESTOUROU A LRF

Folha de servidores consome 62% da arrecadação de MT; Governo pode demitir



O Governo do Estado acendeu o alerta para a possibilidade de demissões até mesmo de servidores efetivos.

A medida, segundo o Executivo, pode ser necessária se o Estado não conseguir reverter o quadro de estouro de gastos com servidores, que ultrapassou a margem estabelecida pela Lei de Responsabilidade Fiscal no último quadrimestre.

De acordo com o Governo, se o Estado não retornar aos limites previstos em Lei, ou seja, 60% da Receita Corrente Líquida, poderão ser tomadas medidas como demissão de 20% dos servidores comissionados e, se mesmo assim não houver surtido efeito, poderão ocorrer demissões de servidores efetivos.

Mato Grosso gastou 61,72% com pessoal e atribui a situação à redução de repasses do Governo Federal, o que gerou frustração de receita. Os professores da rede estadual deflagram greve a partir de segunda feira. O governo não vai ceder às pressões por aumento. Fontes da coluna revelaram que, caso hava aumento de salários neste atual momento, é melhor fechar as portas do estado. 

 











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Servidor   22.05.19 06h23
É simples senhor Executivo cara de Pau, o senhor pare de contratar o “amigo do amigo “, a “mulher do amigo”... alguns com salário de 12.000,00 que a folha desincha! Ah, 20% de comissionados? Aumente essa conta pra 30, 40, 50... te garanto que não vai doer e o senhor não vai precisar fazer esse tipo de “terror” pra justificar sua incapacidade! Quer mais uma dica pra não esquecer jamais? Contrata o Éder Moraes !

Responder

2
0
ewerton  21.05.19 18h31
Basta pararem de roubar, de superfaturar, de desviar verba pública, basta acabar com os supersalários, excessos de verbas indenizatórias, basta parar de gastar com salgadinhos na Assembléia Legislativa e usar carros oficiais locados para fins particulares e/ou mesmo após o mandato (mesmo sabendo nós que a AL não faz parte do Executivo). Enfim, basta tomar vergonha na cara e pararem da jogar a culpa para os servidores que movem o Estado!

Responder

4
0
Claudemir da Silva arruda   21.05.19 13h31
E o salario dos politcos vossa exelencia mauro mentes fala pra mim , quantos ganham sem fazer nada,,perssegues os servidores que trabalham pelo bem do povo

Responder

8
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER