13.06.2018 | 09h36


VIAGENS E COMBUSTÍVEL

Ex-chefe da Defensoria e delator da Ararath são condenados a devolver dinheiro

André Luiz Prieto ainda foi considerado inabilitado para exercer de cargo em comissão ou função de confiança por um período de seis anos



O ex-chefe da Defensoria Pública de Mato Grosso, André Luiz Prieto, e a empresa Mundial Viagens e Turismo Ltda foram condenados a ressarcir os cofres públicos, com recursos próprios, o valor de R$ 248,8 mil, mais multa proporcional de 10% do valor do dano. 

A determinação é do Tribunal de Contas de Mato Grosso. No mesmo processo, o ex-defensor público-geral e a empresa Comercial Amazônia de Petróleo Ltda, do delator da Ararath, Júnior Mendonça, também foram condenados pelo TCE a devolverem ao erário a quantia de R$ 412,5 mil, mais multa de 10% sobre esse valor. 

Nos dois casos, foram confirmadas despesas ilegais e ausência de documentos comprobatórios de gastos com aeronaves, veículos e combustíveis.

André Luiz Prieto ainda foi considerado inabilitado para exercer de cargo em comissão ou função de confiança por um período de seis anos.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Nhara  13.06.18 15h16
Um dia a farra ia acabar !

Responder

1
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER