10.10.2010 | 21h41


Dilma se diz vítima de "guerra fria"

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, disse neste domingo (10), em São Paulo, que é alvo de acusações na campanha que remetem à Guerra Fria. A candidata afirmou ainda, sem citar o nome do adversário José Serra (PSDB), que não faz “nenhuma virada para a direita” para se eleger.

A questão da descriminalização do aborto tem pautado o segundo turno da eleição. A campanha de Dilma alega que é alvo de boatos e calúnias em relação e esse tema











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER