17.07.2017 | 10h10


SAIU POR DOENÇA

Delegado indica substituto para comandar investigação dos 'grampos'



Após o pedido de afastamento, por questões de saúde, do delegado Fávio Stringueta, o comando das investigações das interceptações telefônicas clandestinas será do delegado Marcelo Martins Torhacs.

Os "grampos" são apurados pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), após denúncia de que a Polícia Militar operava o esquema, chamado "barriga de aluguel", que monitorou telefones de políticos, advogados, jornalistas e empresários, durante os anos de 2014 e 2015.

Marcelo Torhacs atua na Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá e foi indicado por Stringueta ao relator do processo no TJ, desembargador Orlando Perri. A autorização para que Torhacs assuma as investigações ainda deve passar pelo crivo do delegado-geral da Polícia Civil, Fernando Pigozzi.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER