14.11.2017 | 10h14


PETISTA DELATADO

Colecionando derrotas, Lúdio Cabral quer disputar vaga na Assembleia Legislativa



Doze anos após ocupar uma cadeira na Câmara de Cuiabá, o petista Lúdio Cabral tenta, mais uma vez, voltar à vida política nas eleições de 2018 como deputado estadual.

Em 2010, ele também se candidatou à uma vaga na Assembleia Legislativa, mas não obteve votos suficientes.

Já em 2012, Lúdio amargou nova derrota, dessa vez na disputa à Prefeitura de Cuiabá, perdeu para Mauro Mendes (PSB).

Em 2014, mais pretencioso ainda, o petista quis ocupar o Palácio Paiguás, perdendo para o governador Pedro Taques (PSDB). 

Em delação premiada, o ex-governador Silval Barbosa afirmou que o médico Lúdio Cabral teria aceitado receber R$ 600 mil, da empresa Marmeleiro Auto Posto por meio de “Caixa 2”, para uso na campanha em disputa pela eleição à Prefeitura de Cuiabá em 2012.

A mesma informação foi confirmada pelo ex-chefe de Gabinete, Sílvio Corrêa.

 

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Claison  14.11.17 15h05
kkk..piada pronta ? Mais queimado q palito de fósforo....

Responder

2
0
Eduardo Alvarenga  14.11.17 10h27
Esses Petistas vivem na ideia de "água mole, pedra dura, bate bate até que fura". Mas não vai furar não, passou o tempo da esquerda ficar mentindo e o povo somente vendo novela.

Responder

4
2

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER