Cuiabá, 19 de Fevereiro de 2017

Facebook Twitter Rss
11.01.2017 | 08h39
A- | A+


DIRETO AO PONTO / CUIABANIA

Assembleia nomeia Jejé de Oya o patrono do colunismo social



Divulgação

Clique para ampliar

Jejé de Oya morreu aos 81 anos; ele era o ícone do carnaval cuiabano e do colunismo social

A Assembleia Legislativa aprovou e o Governo sancionou projeto de lei que nomeia Jejé de Oya o Patrono do Colunismo Social em Mato Grosso. O projeto é de autoria do presidente do Legislativo, deputado Guilherme Mauf (PSDB), e configura uma homenagem ao colunista José Jacinto Siqueira de Arruda, ícone do carnaval cuiabano e do colunismo social.
 
Jejé morreu no dia 11 de janeiro de 2016, aos 81 anos, vítima de uma parada cardíaca, a caminho do hospital. Um dos primeiros a se assumir homossexual em Cuiabá, negro, Jejé nasceu pobre e foi adotado - sua mãe era doente mental e não tinha condições de cuidar dele. Irreverente, não teve medo de encarar a sociedade conservadora da época.

Por desafiar padrões e conhecer os "segredos" da cuiabania, Jejé ficou conhecido e se tornou um dos maiores colunistas sociais da cidade, a partir da década de 60. Antes, ficou conhecido pelo pseudônimo de "Dino Danuza". Nasceu em Rosário Oeste (120 km ao Norte de Cuiabá), mas era cuiabano de tchapa e cruz. 


COMENTÁRIOS









Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER