14.10.2010 | 10h35


Agecopa perde credibilidade e governo precisa agir

O governador Silval Barbosa precisa urgentemente tomar providências com relação aos acontecimentos recentes na Agecopa, sob pena de ter o evento de 2014 - e a própria imagem do governo - desgastados de forma precoce. A briga de egos que se instalou na Agência levou à renúncia do presidente da autarquia, Adilton Sachetti, até onde se sabe, um sujeito decente.

Já o outro envolvido na peleja, Yuri Bastos, teve o nome envolvido em escândalos nos últimos dias e posa de bom moço. Adilton, ao sair, disse que a atitude tomada era para não prejudicar a Copa e o Estado. Yuri deveria fazer o mesmo, já que teria sido pivô da crise.

O único patrimônio da Agecopa seria sua credibilidade e, por isso, o governador precisa agir, e rápido, já que interesses pessoais estão falando mais alto que os interesses de Mato Grosso. Caso Silval prevarique, vai jogar a pouca credibilidade da Agecopa pelo ralo e, de quebra, a do governo também.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER