23.04.2019 | 09h01


COMILANÇA

Exageros podem render 5 quilos em um fim de semana; veja vídeo

Laryssa Moraes destaca que se beber a situação pode ser ainda mais agravante e lembra que as sobremesas são as vilãs da balança.


DA REDAÇÃO

Em temporada de festas, manter a boa forma é um desafio. A médica, especialista em bem estar e emagrecimento, Laryssa Moraes orienta que para driblar o impulso de exagerar na alimentação nas confraternizações, a dica é fazer um lanche saudável antes de ir para a festa. Ela comenta que em um final de semana, é possível adquirir até cinco quilos de peso corporal. "Se você beber, piorou", adverte.

"A cada grama de álcool a gente tem sete calorias. O teor alcoólico do vinho é maior do que o da cerveja. Quando se ingere bebida alcoólica, é comum ficar inchado", explica a médica.

Segundo a médica, é preciso controlar até mesmo o consumo de vinho.

"A cada grama de álcool a gente tem sete calorias. O teor alcoólico do vinho é maior do que o da cerveja. Quando se ingere bebida alcoólica, é comum ficar inchado", explica a médica que destaca ainda que a "tática" de deixar de comer para apenas beber é um erro. 

A dica diante dos cardápios de ceia de Natal e Reveillón, é começar pelas frutas.

"Coma a fruta devagar para dar a sensação de saciedade, coma a salada antes, ou divida o seu prato em três partes, salada, carboidratos e proteína", afirma.

Laryssa alerta que a atenção tem que ser redobrada às sobremesas, que são consideradas as vilãs das festas de fim de ano.

Para ajudar quem precisa se livrar dos excessos consumidos, a médica também dá dicas de como fazer a semana detox para equilibrar o organismo. 

Confira a entrevista:

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER